Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2019

Conselho do São Paulo precisa alterar o artigo 138 de seu Estatuto Social. É URGENTE!

Desde a origem do Finanças Tricolor, em junho de 2017, através do Twitter, ressaltamos a importância da publicação dos demonstrativos financeiros do São Paulo Futebol Clube com o objetivo de dar maior transparência aos seus sócios e torcedores à respeito da evolução das receitas e despesas do clube.
Conforme estabelece o art. 138 do Estatuto Social do São Paulo Futebol Clube
"O presidente eleito, em conjunto com a diretoria executiva, deverá elaborar, anualmente, para conhecimento de todos os Associados e sujeição ao Conselho de Administração e deliberação do Conselho Deliberativo, na forma deste Estatuto, os seguintes documentos, além de outros que vierem a ser definidos pelo Conselho de Administração: relatório sobre as atividades sociais e os principais fatos do exercício social;balanço patrimonial;demonstração dos excedentes ou défices do exercício;demonstração dos resultados do exercício;demonstração das origens e aplicações dos recurso; edemonstração das mutações do patri…

Negociação 'galática' de Éder Militão foi vantajosa para o São Paulo?

Nesta última quarta-feira, foi confirmada a negociação de Éder Militão com o Real Madrid. Conforme valores divulgado, a transferência gira em torno de $50 milhões de euros, e o São Paulo ficará com, aproximadamente, $6,2 milhões de euros (R$26 milhões na cotação atual), o que corresponde ao percentual de clube formador, além dos 10% dos direitos econômicos do atleta, fruto da negociação feita com o Porto, na metade do ano de 2018.
Diversos questionamentos surgiram à respeito da forma como o clube paulista conduziu a negociação do atleta. Vendeu barato? Ficou com um percentual baixo? Por que não renovou com o atleta e vendeu diretamente ao Real Madrid, meses depois?
                                                                                   Foto:Djalma Vassão
Primeiramente, deve-se levar em conta que o contrato de Éder Militão com o São Paulo estava prestes a terminar e que as partes não conseguiam chegar a um acordo de renovação que satisfizesse a todos. O desejo do atleta em a…

Negociação de Diego Souza escancara falta de planejamento financeiro do SPFC

Na última quinta feira, dia 7 de março de 2019, São Paulo e Botafogo entraram em um acordo quanto ao empréstimo do atacante Diego Souza para o clube carioca. O atleta irá para o Rio de Janeiro "de graça", até o final do ano de 2019, com o Botafogo pagando os salários integrais do atleta. Apesar da negociação gerar uma economia de, aproximadamente, R$4,8 milhões ao clube paulista, o rombo deixado pelo investimento feito no atleta há pouco mais de 13 meses, escancara a falta de planejamento financeiro do São Paulo e, principalmente, a descontinuidade na filosofia de trabalho do clube, a qual vem sofrendo mudanças a cada troca de treinador, rotina cada vez mais frequente pelos lados do Morumbi.
Fonte imagem: Rummens
Diego Souza chegou ao clube tricolor em fevereiro de 2018, como solução para a drástica saída de Lucas Pratto, que pediu para ser negociado com o River Plate, por questões familiares. O São Paulo investiu pesado em seu novo camisa 9, em torno de R$10 milhões, e era …